Caminhada pela preservação reúne centenas de pessoas

Material que ia para o lixo virou arte em defesa da natureza pelas mãos de professores e alunos - Foto: Mauricio Rocha.
Material que ia para o lixo virou arte em defesa da natureza pelas mãos de professores e alunos - Foto: Mauricio Rocha.

O dia ensolarado foi o cenário perfeito para a Caminhada pela Preservação do Canal das Corujas, em Rio das Ostras, neste sábado, dia 6, que reuniu centenas de pessoas e coloriu as ruas de Nova Cidade. Alunos das escolas locais, idosos do Feliz Idade e moradores da localidade se uniram aos servidores municipais no evento promovido pela Prefeitura, que teve o objetivo de conscientizar a população para que não despeje lixo no Canal, Área de Preservação Permanente (APP). Ao final da caminhada, os participantes plantaram mudas nativas.

A caminhada mobilizou várias secretarias municipais e reuniu crianças, jovens e idosos em prol da preservação do Canal das Corujas. Eles percorreram ruas da Nova Cidade e o entorno do Canal, com faixas, cartazes e adereços feitos com material reciclado, com mensagens de proteção à natureza. O grupo caminhou embalado pela música da Banda da Escola Municipal Inayá Moraes D´Couto.

O secretário do Ambiente, Nivaldo Talon, e a secretária de Educação, Andrea Machado, participaram do evento. Nivaldo informou que no dia anterior, a Secretaria do Ambiente havia realizado uma limpeza no Canal, quando foram retirados quase 1 mil quilos de resíduos – incluindo lixo doméstico e inservíveis, como sofá e fogão. “Queremos mostrar aos moradores a importância de manter o Canal das Corujas limpo, além de informar sobre os serviços gratuitos de coleta oferecidos pela Prefeitura e sobre os horários da coleta de lixo”, disse o secretário Nivaldo.

Pessoas de diferentes idades deram um exemplo de cuidado com os recursos naturais. Léo Cortes, aluno do 2o ano da Escola Municipal Jovenil Bastos da Silva, fez parte do evento e ainda plantou uma árvore nativa para contribuir com o reflorestamento da margem do Canal. “Eu acho muito legal participar dessa caminhada e plantar uma árvore. Eu faço minha parte para ajudar a natureza, não jogo lixo no chão e nem no canal”, contou o menino.

Com a mesma disposição das crianças para abraçar a causa, Rosa Matheus, de 74 anos, integrante do Feliz Idade, esbajava alegria. “A gente quer contribuir para preservar a natureza. Eu não jogo lixo pela cidade e ainda faço trabalho de reciclagem no Programa Feliz Idade”, diz. Os idosos do Programa desfilaram carregando lindas corujinhas, feitas com caixas de leite, e viseiras feitas de EVA.

TRABALHO ITINERANTE – Como parte das ações permanentes de Educação Ambiental, a Secretaria do Ambiente vai dar início a um trabalho de conscientização localizado em pontos críticos de Rio das Ostras.

De acordo com o secretário Nivaldo Talon tendas serão instaladas em pontos que já foram identificados pela equipe, onde há ameaça aos recursos naturais por despejo irregular de lixo ou outras formas de degradação. O projeto será itinerante.

A proposta da Secretaria é que a equipe possa agir em situações de irregularidade, antecipando-se ao dano ambiental e educando as pessoas envolvidas. Enquanto isso, um profissional fica encarregado de conversar e orientar os moradores no entorno das áreas escolhidas para a ação.

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação Social de Rio das Ostras – Departamento de Jornalismo.

Deixe seu comentário

comentários

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *