Novo Olhar favorece 800 pessoas no município

novo-olhar-favorece-800-pessoas-no-municipio

A segunda edição do Projeto Novo Olhar, da Fundação Leão XIII, superou as expectativas de atendimentos realizados a população com mais de 40 anos na quadra do Colégio América Abdalla, no último sábado, dia 29. Ao todo 800 pessoas foram atendidas com a realização de exames de vista e doação de óculos. A ação contou com a presença do secretário estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, Pedro Fernandes e do prefeito Carlos Augusto.

Durante sua visita ao município, o secretário Pedro Fernandes ressaltou a organização do evento. “Fiquei impressionado com o número de pessoas que vieram ser atendidas e com a estrutura oferecida pela prefeitura. Para as próximas edições vamos nos preparar para uma demanda maior”, disse.

Para o prefeito Carlos Augusto o sucesso do evento se deu por conta da parceria com o Governo do Estado. “Nesses tempos de crise, temos que buscar soluções para a prestação de serviços à população. Trabalhando juntos com a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, conseguiremos atender a um número maior de pessoas. Os servidores estão de parabéns pelo empenho e dedicação”, declarou.

De acordo com a coordenadora da Fundação Leão XIII, Roberta Dallavia, mais uma vez o evento superou todas as expectativas. “A cada edição, o número de atendimentos aumenta e isso é por causa do bom trabalho de divulgação feito no município. Vamos buscar melhorar cada vez mais e atender sempre um maior número de pessoas”, falou.

Divone Conceição de Oliveira e Silva, mora em Rio das Ostras há 32 anos e aproveitou o Projeto para fazer seu exame de vista. “Esse projeto é muito bom e ótimo para nossa população. Muitas pessoas não têm condição de pagar um exame e agora estão fazendo graças a Prefeitura e a Fundação Leão XIII”, contou.

Já o morador Romualdo de Souza Lobo achou o projeto maravilhoso porque tem pessoas necessitando de serviços como esse. “O atendimento gratuito é uma grande ajuda para a gente que tem baixo poder aquisitivo”.

Na opinião de Idalina da Silveira Brasil esse projeto deve ser realizado mais vezes para ajudar um número maior de pessoas que não tem condições de realizar esse tipo de exame, porque é muito caro. “Ainda ganha os óculos que também não é barato”, opinou.

ISENÇÕES – Nesta edição do Projeto Novo Olhar, a Fundação Leão XIII também trouxe para o município 500 isenções de documentos para beneficiar os riostrenses. A isenção é um formulário que permite a pessoa dar entrada na segunda via de documentos como Carteira de Identidade, CPF e Certidão de Nascimento e a primeira via da habilitação para o casamento.

Durante o projeto 150 pessoas foram beneficiadas. As 350 restantes estão disponíveis na sede da Fundação Leão XIII que fica no Centro de Cidadania.

 

Fonte: Prefeitura

Deixe seu comentário

comentários

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *