Praias da Cidade podem receber certificação internacional

Praia do Remanso foi selecionada para concorrer ao certificado internacional de qualidade "Bandeira Azul", de caráter socioambiental - Foto: Mauricio Rocha.
Praia do Remanso foi selecionada para concorrer ao certificado internacional de qualidade "Bandeira Azul", de caráter socioambiental - Foto: Mauricio Rocha.

Rio das Ostras acaba de ser selecionada a concorrer ao certificado internacional de qualidade “Bandeira Azul”, de caráter socioambiental, para a Lagoa de Iriry e Praia do Remanso, em Costazul. A Bandeira é concedida pela FEE – Foundation for Environmental Education (Fundação para Educação Ambiental) a partir de critérios como balneabilidade, estrutura de serviços, acessibilidade e respeito ao meio ambiente. No Brasil, o certificado é concedido pelo Instituto Ambiente em Rede.

As inspeções técnicas aconteceram no fim de junho e somente sete praias no Estado seguem no processo de certificação. Segundo Jarbas Modesto, consultor do Sebrae, instituição que atua no processo de vistoria das áreas a serem certificadas, o Programa Bandeira Azul utiliza princípios de sistema de gestão ambiental. No caso de Rio das Ostras, o município pode ser o primeiro do Brasil a ter duas “Bandeiras Azuis”, uma para praia oceânica (Remanso) e a outra para a Lagoa de Iriry.

“Entre as praias visitadas, observo que a Lagoa do Iriry em Rio das Ostras tem posição singular, pois caso aprovada será a primeira praia lacustre na América do Sul com a Bandeira Azul, fato que agregará um valor importante para sua preservação, marketing turístico e pioneirismo”, destacou Jarbas Modesto.

De acordo com Carla Ennes, secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Rio das Ostras, “a certificação internacional atestará a balneabilidade de nossas praias e o conforto oferecidos a turistas e moradores, confirmando o caminho certo que tomamos no que diz respeito aos cuidados com nossos atrativos naturais. E confirmada a Bandeira Azul para a praia do Remanso e a Lagoa do Iriry os exigentes turistas internacionais que virão ao Rio de Janeiro para os Jogos Olímpicos de 2016 terão mais um motivo para visitar Rio das Ostras, bem como o turismo interno deverá ganhar mais um atrativo certificado”, disse a secretária.

O secretário do Ambiente do Município, Nivaldo Talon, diz que o trabalho de preservação do ecossistema realizado pelo Município tem sido fundamental para o destaque de Rio das Ostras. “Aliado ao fato de cuidarmos da nossa natureza, com nossas áreas de preservação, também temos um trabalho efetivo de Educação Ambiental, sempre motivando moradores e turistas a evitarem a poluição de nossas praias e lagoas”, disse.

EDUCAÇÃO – Milhares de sacolinhas oxi-biodegradáveis, material que se decompõe mais rapidamente, já foram distribuídas pela Secretaria do Ambiente de Rio das Ostras. A ação de conscientização, com o nome de “Projeto Praia Limpa, diversão para todos”, foi desenvolvido durante o verão nas praias de maior circulação de moradores e turistas. Os educadores ambientais também orientam os banhistas sobre a importância de manter as praias limpas.

“Precisamos preservar esse lugar e assim aproveitar, ainda mais, essa maravilha de Rio das Ostras”, destacou a turista Regina Ferreira, que é professora e mora em São Paulo, elogiando a ação ambiental em Costazul.

BANDEIRA AZUL – O programa, que teve início em 1987 na Europa, tem como objetivo elevar o grau de conscientização dos cidadãos e dos tomadores de decisão para a necessidade de se proteger o ambiente marinho e costeiro e incentivar a realização de ações que conduzam à resolução dos conflitos existentes, sendo aberto a praias marítimas, fluviais e lacustres, além de marinas. A Bandeira Azul tem 4.163 praias e marinas certificadas em todo o mundo, somente duas delas na Região Sudeste do Brasil, Praia do Tombo (SP) e a Prainha (RJ).

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação Social de Rio das Ostras – Departamento de Jornalismo.

Deixe seu comentário

comentários

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *