Procon de Rio das Ostras orienta consumidores na volta às aulas

aulas

A volta às aulas pode representar um grande problema para pais e responsáveis pelos alunos quanto à compra do material escolar. O Procon de Rio das Ostras dá algumas dicas para não comprometer o orçamento neste início de ano. De acordo com a coordenadora  executiva do Procon de  Rio das Ostras, Luciana Oliveira,  uma das maneiras mais efetivas de driblar os preços altos  continua sendo o bom e velho hábito de pesquisar os produtos em diversos locais e comparar os preços.

Confira outras dicas do  Procon:

REAPROVEITE O QUE FOR POSSÍVEL

Antes de ir às compras, cheque se restou algum dos itens pedidos no ano anterior e avalie a possibilidade de reaproveitá-los.

COMPRE EM CONJUNTO

Algumas lojas concedem descontos para compras em grandes quantidades. Portanto, sempre que possível, se reúna com outros pais e negocie os preços com os estabelecimentos.

PRESTE ATENÇÃO NA LISTA DE MATERIAL FORNECIDA PELA ESCOLA

São frequentes os casos de abuso na hora do pedido de itens que estão fora das normas do Procon. A escola, por exemplo, não pode pedir materiais de higiene pessoal (papel higiênico, tolhas de papel, sabonete, etc), produtos de limpeza, materiais de uso coletivo (como cartucho ou toner para impressora, papel A4, giz), materiais de escritório, nem determinar marcas. A prática, além de abusiva, nos termos do artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor, é proibida, como dispõe o parágrafo 7º do artigo 1º da Lei 9.870/99:

A escola só poderá requerer os materiais utilizados nas atividades pedagógicas diárias do aluno (folha de sulfite, papel dobradura, tinta guache, lápis, caneta, borracha, etc.), em quantidade coerente com as atividades praticadas pela mesma, sem restrição de marca.

ATENTE PARA MARCAS E PERSONAGENS

Nem sempre o material mais sofisticado é o de melhor qualidade ou o mais adequado. Evite comprar materiais com personagens, logotipos e acessórios licenciados, pois, geralmente, eles são os responsáveis pelos preços mais elevados. Se o seu filho for junto, provavelmente irá optar pelos produtos da “moda”. Como alternativa, converse com a criança e combine de personalizar alguns materiais como os cadernos, por exemplo.

SELO DO INMETRO

É  obrigatório que alguns materiais como régua, apontador, giz de cera, massa de modelar, lápis, tesoura, tinta, entre outros produtos, tenham o selo do Inmetro.

COMPRAS ONLINE

As compras online cresceram muito, afinal, além de ser mais fácil e cômodo pesquisar pela internet, a maioria dos sites costuma cobrir os preços das lojas de rua e shopping, que possuem custos maiores com marketing, locação e funcionários.

O único problema é o prazo de entrega, que pode demorar mais do que o desejado. Portanto, se optar por comprar a lista pela internet, se programe e faça com antecedência.

Consulte  sempre os  comentários sobre a empresa, anote o  número do  CNPJ, telefone e  endereço. Se possível  compre  em sites  que  algum amigo  já  comprou e aprovou. Seguindo estas  dicas  você   fará uma  compra mais segura.

 

Exija sempre nota fiscal, pois ela é o comprovante da compra realizada. Além disso, a nota fiscal possibilita ao consumidor usufruir dos seus direitos, caso o produto apresente algum problema.

Qualquer dúvida, entre em contato com o Procon Rio das Ostras, que funciona no Centro de Cidadania, situado à Rua das Casuarinas, 595, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O telefone para mais informações é (22) 2771-6581.

 

Fonte: Rio das Ostras Jornal

Deixe seu comentário

comentários

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *