Restaurante inova com proposta de cozinha utilizada por diferentes chefs

Salada-verde-com-presunto-de-parma-figo-e-gergelim-tostado_Foto_Ilustração_Divulgação-640x427

A proposta faz parte do projeto “Chef do Dia” que chega para aplicar o conceito de cozinha aberta e leva aos consumidores inúmeras sensações de cheiros e sabores que só a culinária pode proporcionar.

Moradores e turistas que visitam Rio das Ostras e que curtem uma boa gastronomia, agora podem contar com uma grande novidade considerada inédita na cidade. O restaurante Mundi Goumert será reinaugurado com um projeto que permite que uma cozinha seja utilizada por diferentes chefs. A proposta faz parte do projeto “Chef do Dia” que chega para aplicar o conceito de cozinha aberta e leva aos consumidores as inúmeras sensações de cheiros e sabores que só a culinária pode proporcionar.

A iniciativa já tem data marcada para começar, no próximo dia 2 de agosto, e contará com pratos típicos da Emilia Romagna, situada na região Norte da Itália, que foram os escolhidos pela chef Rosemarie Teixeira.

A proprietária, Maria Pacheco de Andrade, reabre as portas do restaurante apostando nesta ação inovadora pela região. Queremos mudar o conceito do que é servido no cardápio e sempre surpreender os nossos clientes, que há anos conhecem a qualidade e cuidado que temos com cada um deles. Além disso, conseguiremos mudar a percepção de muitos sobre a gastronomia.

Para a estreia, a chef Rosemarie Teixeira escolheu opções de pratos saborosos da região italiana Emilia Romagna, pratos que serão harmonizados com um bom vinho. A região escolhida é conhecida por produtos típicos que encantam o mundo. É dela que vêm os pratos de tradição, como o molho à bolonhesa, a lasanha, o queijo parmigiano e o presunto de Parma. Aliás, este último ingrediente foi o escolhido para compor a entrada do menu da chef Rosemarie.

Bruschetta-doce-com-frutas_Foto_Ilustração_Divulgação-1-640x400

É um sonho estar à frente de um restaurante renomado como o Mundi, que desde a sua chegada à cidade inovou e ‘sacudiu’ a concorrência. Além disso, é uma forma de divulgar o nosso trabalho”, disse a chef que atualmente cursa o último período de Gastronomia.

No cardápio, salada verde com presunto de Parma, figo e gergelim tostado. Pinot Grigio é o vinho sugerido para a harmonização. O prato principal será um bombom de alcatra recheado com muçarela e alho poró caramelizado e para harmonizar um Malbec Reserva. Já a sobremesa – bruschetta doce com frutas – combina com o vinho Fabian Moscatel.

O desafio de gerenciar o projeto do Dia do Chef é da produtora Mariza Gomes. “Vamos dar a oportunidade para que as pessoas conheçam novos talentos, chefs muito bons, que só poderiam mostrar suas habilidades se fossem contratados por algum restaurante. Essa ideia da cozinha compartilhada é uma forma de democratizar sabores e formar um público ainda maior de apreciadores seja da alta gastronomia ou não”.

Fonte: Cidade 24H.

Deixe seu comentário

comentários

Você também pode gostar...