Roubo de Celular Termina em Facada e Atravessa a Bochecha de Jovem

facada-bochecha

“A história de como fui comprar comida e meu namorado quase foi assassinado: Antes de ontem estava indo pro mercado com meu namorado, passando pela Praça do Centro (RO).

Em meio a movimentação no centro da praça, fomos abordados por um homem moreno, acima do peso, que usava casaco acinzentado e bermuda da mesma cor. Ele chegou perto de nós perguntando sobre uma casa de festa, pediu pra ligar para uma pessoa chamada Natália e meu namorado ligou do próprio celular.

Assim que nos distraímos, ele puxou o meu celular – que estava na minha mão – e saiu, gritando “PERDEU!”.

Bruno reagiu e o assaltante puxou uma faca da cintura tentando esfaqueá-lo no ouvido, acabou acertando sua bochecha, rasgando seu rosto de um lado ao outro. Essa situação aconteceu em frente a um restaurante, próximo ao poço das pedras no meio da praça, ao lado de uma viatura policial. Gritei pela polícia e eles não fizeram a menor tentativa de ir atrás do ladrão, apenas escoltaram Bruno até o hospital. O sistema tinha caído na hora que tentamos denunciar e mesmo com o BO já feito não pude registrar a queixa, novamente, sem o menor esforço ou consideração dos policiais. Quero prestar aqui uma reclamação quanto ao descaso dos que deveriam nos proteger.

Quero apenas deixar clara a minha decepção, que já não foi tão grande, devido às diversas situações similares que ao longo do tempo foram destruindo minha consideração sobre a cidade.

OBS.: O assaltante estava de bicicleta.

Denúncia feita por leitora nesta Terça.

Deixe seu comentário

comentários

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *